Imagem_Artigo_Enfermagem_Site

© iStock

 

Enfermeiros portugueses continuam a candidatar-se para vagas no Reino Unido. Tal comportamento pode ser explicado pela desvalorização da profissão que está a acontecer há anos em Portugal.

Desde o ano passado o setor ficou marcado por greves e manifestações por profissionais da área. A lutar desde esta altura, o Sindicato dos Enfermeiros Portugueses (SEP) está neste momento a aguardar resposta do Governo acerca da diferenciação salarial dos especialistas, a qual, se for aprovada só terá aplicação a partir de 2018.

Ao ver este cenário, muitos enfermeiros portugueses estão a embarcar para o Reino Unido em busca de melhores salários e reconhecimento profissional. Entre as principais vantagens de tal mudança de vida é o salário e a carga horária que estes trabalhadores têm em Terras de Sua Majestade. Por exemplo, um enfermeiro a trabalhar full-time no Reino Unido no início de seu percurso ganha em média £ 21.600 podendo chegar até £ 60.000, no auge da carreira.

Uma oportunidade que poucos sabem e que é uma mais valia para os enfermeiros que têm interesse em se especializar, é o mestrado em enfermagem financiado pelo governo britânico, na Anglia Ruskin University no Reino Unido.

Além do financiamento, esta universidade oferece também trabalho remunerado no hospital durante o curso e auxilia na hospedagem do estudante. Para quem tem interesse em especializar-se na área, pode aproveitar esta oportunidade.  > Saber mais