fbpx

Ser trabalhador-estudante no Reino Unido

Share this post

Ser trabalhador-estudante no Reino Unido

Quando decidi embarcar na aventura de ser estudante universitário no Reino Unido, sabia que tinha uma condição: ser trabalhador-estudante. Receava que esta condição limitasse as minhas férias. No entanto, no Reino Unido existe muita oferta de emprego e, consequentemente, várias formas de conjugar o trabalho com a altura em que pretendes tirar férias.

Se tiveres oportunidade, aconselho-te a ir procurando o emprego que mais se adapta às tuas necessidades, sempre tendo em conta o horário e período das aulas, bem como a possibilidade de tirares férias durante as pausas das aulas.

No meu caso, passados dois meses, consegui encontrar esse emprego. Ao longo destes últimos dois anos, optei por ir de férias duas vezes por ano, uma no Natal e outra em junho/agosto. Para mim, é o ideal. Passo o Natal com a família e o verão em Portugal, na minha casa, no Algarve. Nos outros períodos de férias das aulas, aproveito para trabalhar um pouco mais, estudar conteúdos em que sinto mais dificuldades, adiantar eventuais trabalhos em atraso e descansar.

Podia ir mais vezes a Portugal? Podia, mas para além de ser dispendioso, não trabalhar significa não ganhar e também não sou tão focado e organizado em Portugal como sou no Reino Unido. A organização do nosso dia-a-dia é muito importante para o nosso sucesso! Tento sempre aproveitar ao máximo o tempo que passo em Portugal. Gosto muito de fazer desporto, viajar, acampar, jantar fora, etc., sempre na companhia de amigos… E, claro, aproveitar o sol do Algarve e recarregar baterias para o resto do ano!

A minha dica para ti que vais embarcar nesta aventura é: se tens como objetivo ser trabalhador-estudante, procura um emprego que te possibilite conciliar trabalho, estudos e férias. Se isso não se proporcionar no teu primeiro emprego, não desistas de continuar a procurar. Se procurares, vais encontrar!